(66)35662702

NO AR

Programação Musical

Com automação

Juina

Autoridades debatem estratégias de erradicação do trabalho infantil em Juína

Publicada em 20/02/18 às 18:49h - 352 visualizações

por Assessoria PMJ


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Nesta segunda-feira, dia 19 de fevereiro, se reuniram no auditório do CREAS (Centro de Referência e Assistência Social) de Juína entidades autoridades municipais e de direito para discutir sobre o trabalho infantil.

O principal objetivo da reunião foi alertar a comunidade em geral e os diferentes núcleos do governo sobre essa realidade que é uma prática que se mantém corriqueira em diversas regiões do Brasil e do mundo.

Segundo o Juiz do Trabalho, Ediandro Martins, milhares de crianças menores de 14 anos, trabalham todos os dias e não podem usufruir dos seus direitos à educação, saúde e lazer. Para os adolescentes maiores de 14 anos o trabalho pode fazer parte do dia a dia, desde que não interfira na educação escolar e o adolescente tenha tempo disponível para o lazer e convivência com a família e amigos.

Para o magistrado, a principal arma contra o trabalho infantil é a intensa sensibilização civil contra a exploração das crianças e adolescentes, que constitui uma grave violação aos direitos humanos fundamentais, pois a criança que trabalha, não terá nenhum benefício, e sim a violação dos seus direitos.

No Brasil, são promovidas diversas campanhas e programas que visam erradicar o trabalho infantil, de acordo com dados da UNICEF, estima-se que aproximadamente 168 milhões de crianças sejam vítimas de trabalho infantil em todo o mundo. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, cerca de 20 em cada 100 crianças começam a trabalhar a partir dos 15 anos.

Além das campanhas de combate ao trabalho infantil e fiscalização rigorosa por parte dos órgãos competentes, a prefeitura municipal de Juína através da secretaria de assistência social vem investindo em parcerias com diversos órgãos do município oferecendo cursos profissionalizantes para os adolescentes maiores de 14 anos para que os mesmos possam ingressar no mercado de trabalho com maior facilidade e competência.

Para a Secretária de Assistência Social Irene Peruzzo, a reunião foi importantíssima pois foi o primeiro contato com essas entidades em 2018 e a partir de agora serão traçadas novas parcerias de incentivo a esses adolescentes, principalmente aqueles de baixa renda, que necessitam ainda mais desse apoio do poder público.

Também estiveram participando: representantes do Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública União, igrejas evangélicas e outras autoridades municipais. 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(66) 3566-2702

Visitas: 349943
Usuários Online: 39
Copyright (c) 2022 - Nazaré Fm 89,5 - Comunicando Vida e Fé
Converse conosco pelo Whatsapp!